Sistema Urogenital

Importância da RM na avaliação do câncer de próstata previamente à biópsia é abordada em estudo multicêntrico

Um estudo multicêntrico recente avaliou cerca de 576 homens com suspeita clínica / laboratorial (PSA de até 15 ng/mL) de câncer de próstata (CP) por ressonância magnética multiparamétrica (RMM), sem biópsia ou tratamento prévio. Os exames foram realizados em aparelhos de 1,5T sem bobina endoretal em 11 centros especializados e, posteriormente, os pacientes foram submetidos a uma biópsia de saturação (template prostate mapping biopsy), que servia como padrão ouro para correlação com os achados de RM e depois a uma biópsia randômica (BR) habitual. Os achados foram muito interessantes! Foram identificados 40% de CP clinicamente significativo (Gleason ≥4 + 3 ou extensão do tumor ≥6 mm) e a RMM demonstrou uma sensibilidade muito alta para detecção destes, calculada em 93% e bem superior ao da BR convencional, que foi de apenas 48%. Outro achado muito relevante é que, usando a biópsia para triagem destes pacientes, cerca de 27% dos pacientes poderia dispensar o uso de biópsia (continuar apenas com seguimento clínico), destacando-se que oito pacientes tiveram sepse pós-biópsia. Além disso, se a BR fosse utilizada em conjunto com a RMM, poderia se identificar 18% mais CP clinicamente significativos. Os achados foram tão relevantes que o serviço de saúde nacional (NHS) de Londres está avaliando o artigo para verificar sua importância para estudar o uso de RMM em escala nacional. É claro que o real impacto destas mudanças em abordagem do CP só poderá ser identificado em estudos mais robustos e de longo prazo, visando desfechos mais significativos, como mudança na taxa de mortalidade nestes pacientes. No entanto, é um artigo extremamente importante para validar uma mudança que já vem sendo adotada por muitos centros nacionais e internacionais.

Autores: Ahmed HU, El-Shater Bosaily A, Brown LC, Gabe R, Kaplan R, Parmar MK, Collaco-Moraes Y, Ward K, Hindley RG, Freeman A, Kirkham AP, Oldroyd R, Parker C, Emberton M

Referência bibliográfica: Lancet. 2017 Jan 19. pii: S0140-6736(16)32401-1. doi: 10.1016/S0140-6736(16)32401-1. [Epub ahead of print]

Link para o PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28110982

0 comentário em “Importância da RM na avaliação do câncer de próstata previamente à biópsia é abordada em estudo multicêntrico

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: