Assistência à vida e meios de contraste

Hidratação profilática para proteção renal antes do contraste iodado: é realmente necessária?

Este é um artigo que realmente muda conceitos (ou pré-conceitos) sobre os problemas relacionados ao contraste iodado. Ele é direcionado diretamente à prevenção de nefropatia induzida pelo contraste iodado por meio da hidratação profilática. Atualmente, quase todas as diretrizes indicam a hidratação em pacientes com alteração da função renal e necessidade de estudo contrastado, porém essa orientação é basicamente derivada de consenso de especialistas.

Para avaliar essa afirmação, os pesquisadores montaram um trabalho de não inferioridade comparando hidratação com não hidratação em pacientes com alteração da função renal e uso de contraste iodado (pacientes com função renal entre 60 a 30 mL/min/1,73m2 foram recrutados). Os pacientes foram randomizados de forma que os grupos ficassem homogêneos e pudesse ser realizada análise de subgrupos (como diabéticos e não diabéticos).

De mais de 20 mil pacientes, cerca de 660 foram incluídos e randomizados. Os resultados são impressionantes:

– Não somente foi verificado que a não utilização de hidratação é não inferior ao uso de hidratação para prevenção de nefropatia induzida pelo contraste, como…

– O uso de hidratação não foi totalmente desprovido de risco, com cerca de 5,5% de pacientes apresentando efeitos adversos (com 4% apresentando insuficiência cardíaca sintomática).

– Além disso, a não utilização de hidratação foi custo-efetiva quando comparada à hidratação, mas esse aspecto é complexo para transportar entre países diferentes.

Como conclusão, a não utilização de hidratação em pacientes com alteração da função renal antes de realizar o contraste iodado é não inferior ao uso de hidratação. Destaca-se que pacientes com clearence estimado de creatinina inferior a 30 mL/min/1,73m2 não foram incluídos no estudo, logo não se pode extrapolar esses dados para os mesmos.

Autores: Nijssen EC, Rennenberg RJ, Nelemans PJ, Essers BA, Janssen MM, Vermeeren MA, Ommen VV, Wildberger JE

Referência bibliográfica: Lancet. 2017 Apr 1;389(10076):1312-1322

Link para o PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28233565

0 comentário em “Hidratação profilática para proteção renal antes do contraste iodado: é realmente necessária?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: