Sistema Digestório

Avaliação de fibrose hepática por imagem: um consenso entre os imaginologistas

Os autores do estudo, principalmente americanos, fizeram uma extensa análise sobre praticamente todos os métodos de imagem relacionados à detecção e à quantificação de fibrose.

Eles fizeram uma avaliação interessante com métodos convencionais, notadamente com a avaliação morfológica por tomografia computadorizada, ressonância magnética e ultrassonografia, focando, ainda, nos testes laboratoriais e na correlação histológica.

Os leitores interessados no assunto irão encontrar uma excelente revisão com os principais artigos sobre o tema, podendo ainda refletir sobre as limitações da análise convencional, particularmente em relação à histologia e testes laboratoriais, tidos, muitas vezes, como muito superiores ou mesmo “infalíveis”.

Vale a pena frisar, no entanto, que alguns dos autores possuem nítido conflito de interesse, especialmente relacionado ao método de elastografia por ressonância magnética.

Autores: Horowitz JM, Venkatesh SK, Ehman RL, Jhaveri K, Kamath P, Ohliger MA, Samir AE, Silva AC, Taouli B, Torbenson MS, Wells ML, Yeh B, Miller FH

Referência bibliográfica: Abdom Radiol (NY). 2017 Aug;42(8):2037-2053

Link para o PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/28624924

0 comentário em “Avaliação de fibrose hepática por imagem: um consenso entre os imaginologistas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: