Sistema Urogenital

Qual o papel do exame retal na avaliação / triagem da neoplasia prostática

Há muito tempo o uso do exame retal para avaliação da próstata tem sido incorporado como rotina para avaliação de pacientes acima de 40 anos para triagem de neoplasia deste órgão, assim como o PSA. A grande questão é que não existem muitas evidências demonstrando um benefício real em redução de mortalidade com o uso desta técnica.

O trabalho em questão organizou uma meta-análise com o tema para verificar a eficácia deste método, o qual demonstra controvérsia na literatura, exibindo sensibilidade geral de 53,2%, especificidade de 83,6%, e VP de 17,8%.

Os autores buscaram na literatura conceitos básicos de neoplasia prostática, exame digital retal e biópsia para selecionar os artigos relacionados. Deve ser enfatizado que apenas estudos em que o CLÍNICO GERAL realizou o exame digital foram incluídos na análise. No final, acharam sete estudos relevantes com 9241 pacientes, todos com exame digital e biópsia prostática.

Todos os estudos mostraram qualidade baixa ou muito baixa de acordo com os critérios de revisão (QUADAS-2), além de demonstrarem qualidade de evidência muito baixa por outros métodos (GRADE). Os resultados agrupados também foram ruins, com sensibilidade de 0,51, especificidade de 0,59, VPP de 0,41 e VPN de 0,64.

A discussão do artigo é interessante, mostrando os problemas no aprendizado da técnica nas escolas de medicina do Canadá (apenas metade dos alunos já fez um exame) e grande variação inter-observador (e esta, entre urologistas, com kappa de 0,22), sendo que mesmo assim, o método é amplamente utilizado.

No fim, os autores acreditam que o método não é acurado o suficiente para ser utilizado na prática clínica, mesmo que não seja tão invasivo, uma vez que pode levar a condutas inadequadas e pouco efetivas.

Autores: Naji L, Randhawa H, Sohani Z, Dennis B, Lautenbach D, Kavanagh O, Bawor M, Banfield L, Profetto J.

Referência bibliográfica: Ann Fam Med. 2018 Mar;16(2):149-154

Link para o PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/29531107

0 comentário em “Qual o papel do exame retal na avaliação / triagem da neoplasia prostática

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: