Musculoesquelético

Diferenciação entre lesões osteoblásticas e osteolíticas por meio da Ressonância Magnética

Lesões secundárias constituem o grupo mais frequente de lesões ósseas de natureza neoplásica. Diante desses quadros, a importância em diferenciar as metástases de padrão osteolítico das osteoblásticas tem valor na investigação da origem do tumor primário, na avaliação do risco de fraturas patológicas e no controle evolutivo da doença. Esse artigo, recentemente publicado na Radiology, demonstra a eficácia das sequências que avaliam a susceptibilidade magnética na diferenciação entre lesões osteolíticas e osteoblásticas. O mecanismo investigado é secundário à neoformação óssea das lesões blásticas. De acordo com os autores, a técnica descrita foi eficaz na diferenciação entre os dois padrões de lesões com elevada acurácia.

Autores: Böker SM, Adams LC, Bender YY, Fahlenkamp UL, Wagner M, Hamm B, Makowski MR

Referência bibliográfica: Radiology. 2019 Jan;290(1):146-154

Link para o PubMed: https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/30375926

0 comentário em “Diferenciação entre lesões osteoblásticas e osteolíticas por meio da Ressonância Magnética

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: